Os preços mais baixos garantidos para o aluguer de automóveis em mais de 6.000 locais em todo o mundo

 

Os preços mais baixos garantidos para o aluguer de automóveis em mais de 6.000 locais em todo o mundo

 

Reserve seu hotel online

 

 

Você está aqui

Alagoas- Rota Ecológica de Milagres

  • Total de visitas: 2388306
  • Unique Visitors: 280367
  • Registered Users: 3790
  • Last Registered User: icugajihi
  • Published Nodes: 124
  • Your IP: 18.205.109.152
  • Since: 02/27/2014 - 13:02
Praia de Lage, em Porto das Pedras, na rora ecológica de Milagres

 

Olá viajantes... para curtir ainda mais o verão resolvi sair da toca e aproveitar outras praias .

Dessa vez fomos ao litoral norte de Alagoas, conhecido como o Caribe brasileiro.

Saímos sem destino fixo, com intuito de conhecer praias incríveis para mostrar para vocês. E lá vamos nós: sem reservas, sem datas programas e com muita vontade de aproveitar a melhor estação do ano. E escolhemos a Rota Ecológica de Milagres como direção.

 

Saindo de Aracaju, não resistimos e passamos pela linda orla de Maceió. Pegamos um pouquinho de trânsito mas tudo bem! Estamos sem pressa. Seguimos no sentido do Hibiscus Beach club, pela Rodovia Estadual Al 101 e logo depois da usina de Santo Antônio há um trevo que indica o início da famosa e sonhada Rota Ecológica de Milagres (distância de 365 Km). Logo verá um pórtico avisando o início da rota.

Até Camaragibe a pista é beeeem sinuosa e as curvas são fechadas. Apesar da ausência de acostamento, o asfalto está em boas condições.

A partir daí, a Rodovia passa no meio de diversos povoados bucólicos, onde os moradores ficam nas calçadas olhando o movimento (e seus celulares, claro!).

É preciso entender que a rota engloba não só São Miguel dos Milagres (Praias do Riacho, Porto da Rua, Toque e Milagres), mas Porto das Pedras (praias do Patacho, Tatuamunha e Lage) e Barra de Camaragibe (praia do Marceneiro). Para o turista, toda essa região é “Milagres”. O que importa essa distinção: a escolha da hospedagem e das paradas para curtir esse paraíso.

 

Recomendo uma primeira parada na Barra de Camaragibe, para descansar da viagem (cerca de 5h), com a bonita praia do Marceneiro: águas claras e pouca estrutura. Uma delícia.

Depois, praia do Riacho, Milagres, Toque e Porto da Rua (com hospedagens mais em conta).

Reserve ao menos 3 noites nessa região, para curtir com calma as praias. Na dúvida de hospedagem, melhor não quebrar a cabeça já que a distância entre a Praia do Marceneiro e Patacho (“de ponta a ponta”) é de apenas 18Km. Dá para curtir tuuuuudo se hospedando em um local só. Aliás, bem melhor assim.

 

Hospedagem: vou indicar três locais testados e aprovados por nós.

- Pousada Aldeia Bejupirá: pé na areia, na praia de Lage. Ambiente rústico mas muito charmoso, onde os hóspedes são mimados diariamente por seus funcionários de alto nível, florzinhas no quarto e ao final do dia, aromatização e climatização perfeitas. E o restaurante é um caso a parte. Perfeito! Aliás, o restaurante Bejupirá está presente também em Porto de Galinhas e Carneiros/PE e eu super recomendo. Diárias em torno de R$ 1.000,00 nessa época.

-Recanto Caiçara Pousada: no povoado Porto da Rua, mais ou menos 800 m da praia e 1,6Km da Praia do Toque. Ambiente familiar, com uma área verde bem gostosa, redário e piscina. Há chalés mobiliados e apartamentos. Quartos limpos e novos. A proprietária D. Gil faz de tudo para agradar o hóspede com sua simpatia e simplicidade. Ficaria novamente sem dúvidas. Diária de R$220,00 na alta estação.

 

- Casa mobiliada “Dos meus” (dos conterrâneos Guilherme e Natália): em Tatuamunha (Porto de Pedras), a apenas 30m da praia, essa casa de 6 quartos (4 suítes), toda mobiliada e novinha, com redário e uma piscina maravilhosa. A vantagem de ter funcionários a disposição dispostos a ajudar, além de espaços confortáveis numa região bem “nativa”. Diárias de R$ 1.500,00 (através do Booking).

Outras pessoas loucas por viagem me deram algumas sugestões de hospedagens aprovadas: Chalés do Porto (baratex), com ótimo estrutura em Porto das Pedras. Riacho dos Milagres (bem charmosa com super atendimento) e ainda a Pousada do Toque (muito conforto e serviço de excelência, custo alto). Opções não faltam.

Sugiro fazem como nós: procurar no Booking hospedagem em Milagres e depois clicar em mapas. Aparecerão várias opções pelo preço e você já vê a localização. Se puder, não abra mão de ficar na praia mesmo. Um luxo!

 

O que fazer: além de curtir as praias, perder-se no tempo e não sair das águas quentes da cor de esmeralda, passeios às piscinas naturais e comer muito bem!

 

Os passeios saem de todas as praias, e custam em média, R$ 50,00 por pessoa. Leve ou alugue snorkel pois o cenário fica ainda mais deslumbrante. Escolha os horários de maré baixa para curtir o mar ainda mais claro e calmo. Por aqui, os barcos são simples, de madeira e motor de rabeta, mas são seguros e navegam no ritmo do local (bem calmo).

 

 

Restaurantes: Os imperdíveis Amor (fiquei apaixonada) e o Bejupirá (ambos em Porto de Pedras), Patrícia Bistrô, Vintage Pizzaria e Peixada da Marinete (lagostim com acompanhamentos com preço justo). Aliás, achei os valores dos mariscos beeem altos por aqui. Fiquei até chocada com os das lagostas – entre R$ 200,00 e R$ 300,00… fiquei só na vontade. A justificativa dos restaurantes é que está da fase no defeso. Se for, ok!

Há hamburguerias, bares, lanchonetes e “bodegas” em todos os cantos. Na praia, ambulantes vendem churrasquinhos, queijinho assado, tainhas sem espinhas e bebidas.

Se quiser economizar, leve suas cadeiras e isopor para a curtir a praia em qualquer lugar e ficar “de boas” escutando o barulho do mar. Aquela brisa no final do dia é incrível.

Mas há Beach Club com superestrutura também. Bar pé na areia, com estacionamento, piscina, música ao vivo, banheiros, lounges, mesinhas e banho doce. Conhecemos o Milagres do Toque Beach Club e o acesso é R$30,00 por pessoa (depois conto em detalhes).

Também há o passeio na reserva do Peixe-boi, em Porto das Pedras (R$50,00) mas não posso avaliar. Muitos reclamam da falta de organização. Além disso, você encontra artesanato de palha, muita moda praia e as deliciosas cocadas da região.

Há até um pub (bar) em Porto da Rua, mas à noite só pensávamos em descansar para curtirmos o dia.

A quantidade de dias desfrutando essa linda rota vai depender da sua disponibilidade, vontade e do bolso. Mas não deixem de conhecer. Alagoas é tudo de bom.

 

Categorias: 
Meus destinos

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para testar se você é um humano ou não para prevenir envios automáticos.
Image CAPTCHA
Enter the characters shown in the image.